Translate

quinta-feira, setembro 14, 2006

S.O.S. RIO ITAPOCU

(foto de hoje: 14/09/2006 - 12.30hs)

Eis o postal da minha cidade. Quando o rio enche fica marronzinho de lama, quando está vazio ao extremo demonstra toda falta de cuidado dos que controlam o município.

-A cidade CRESCEU devido unicamente a este rio e mira, o que os humanos fazem com aquilo que lhes dá a vida. É.. não sou a única pessoa que chora ao ver esse abandono.
Rio Itapocu, um rio abandonado pela prefeitura e pelas indústrias. Um rio abandonado pela cidade, como tantos outros por este mundo afora.

Imaginem... se ele secar, MORRE a cidade!

Os poucos cidadãos ambientalisas da região, pouco podem fazer em defesa do meio ambiente, porque são poucos.

A parte mais complicada nós pagamos para ser feito através do IPTU e outros impostos. Pois que surja O Cara que proceda a limpeza e posterior manutenção daquele que deu vida ao município. -Se surgir ANTES DAS ELEIÇÕES, farei campanha GRÁTIS via internet etc e tal. Se não surgir O Cara, significa que estou certa quando digo que não existe vida inteligente no planeta Terra. A natureza aguarda urgente por socorro daqueles que enriqueceram às custas dela. Tá na hora de tirar os braços de cima da escrivaninha e trabalhar por uma vida mais saudável. Câmbio! (by Mar)

E.T. -O SAMAE alerta que vai faltar água na região. -Nesse momento está faltando água inclusive nas regiões próximas a distribuidora. Há previsões de chuva apenas para o final de Setembro. Hora do povo fazer a sua parte, economizar água(o bem mais precioso) ao máximo.

2 comentários:

segundavida disse...

Mar, sempre na luta pelo teu rio. Os responsáveis e politicos só querem saber de projectos que lhe encham os bolsos de dinheiro, lucro e mais lucro, o rio já lá está, ninguém o tira, mas esquecem-se que é necessário despoluí-lo, como bem dizes, e punir quem o polui, senão ele morre. Bjs do JAM

Mona*** disse...

O ser humano é mesmo ingrato. Se não fosse, cuidaria não só deste Rio, mas do ar, da água, das árvores... É engraçado... parece que a natureza que precisa de nós para sobreviver e não ao contrário...